MGRampas de voo

Rampa do Pico do Ibituruna – Governador Valadares – MG

Pico da Ibituruna, Governador Valadares MG

A cidade

Governador Valadares, é chamada por muitos de “a capital mundial do voo livre”. De fato, a região tem um enorme potencial para a prática do voo livre, devido ao relevo privilegiado e um clima ideal, que propiciam grandes e térmicas consistentes. 

Por este e outros motivos que você irá ver aqui, Valadares já sediou por diversas vezes campeonatos de voo de parapente e de asa delta, inclusive Copa do Mundo de Parapente (Paragliding World Cup). 

É um município brasileiro no interior do estado de Minas Gerais, região Sudeste do país. Localiza-se no vale do rio Doce, a leste da capital do estado, distando desta cerca de 320 km. Wikipédia

Elevação: 170 m

Tempo: 30 °C, vento N a 11 km/h, umidade de 57%

População: 245.125 (2010) Organização das Nações Unidas

A página da prefeitura traz algumas informações para quem pretende visitar a cidade.

A cidade é um roteiro ideal para os amantes do Turismo de Aventura e Ecoturismo. Rios, corredeiras, cachoeiras e muitas serras ilustram o ambiente ideal para a prática de esportes como caiaques, escalada, rapel e mountain bike, com destaque maior para o voo livre no Pico da Ibituruna.

Além dos esportes, Valadares oferece também noites movimentadas e uma boa gastronomia.

A rampa - Pico da Ibituruna

"Ibituruna" é uma palavra de origem tupi que significa "serra negra", através da junção dos termos ybytyra ("serra/montanha") e un ("negro/preto"). O pico da Ibituruna é uma imponente pedra negra. É possível avistá-la a quilômetros de distância. Do alto é possível ver toda a cidade e também o Rio Doce, que separa o pico da cidade.

Valadares já sediou por diversas vezes a Copa do Mundo de Parapente (Paragliding World Cup).

Estrutura na rampa

A rampa possui uma boa estrutura para turistas, com uma lanchonete aberta diariamente, que operada por um dos voadores locais de asa delta.

Documentos Oficiais, Calendário de competições, CIPA, História do Voo Livre, Recordes e Campeões Brasileiros, Federações e Associações, Downloads

e mais informações no site da CBVL.

Como chegar

A rampa possui um enorme desnível, isto é, a diferença de elevação desde o vale, no pé do morro até a decolagem. Por isto, a subida é um pouco demorada. É possível subir com carro próprio e já existe a opção do transporte coletivo por ônibus, como mostra a reportagem do G1.

São 2 horários de subida e 2 horários de descida, pela manhã 9:30 (8:30 nos fins de semana) e pela tarde 14:30. O ponto inicial é no centro da cidade. O ônibus tem a identificação #partiuIbituruna. A viagem leva aproximadamente 1 hora, sendo um caminho bem tortuoso e com belos visuais. A passagem custa R$ 5,40.

O mapa mostra a localização exata no mapa. Você pode clicar em "Visualizar mapa ampliado" para navegar pelo Google Maps.

Também é possível chegar por transporte público, informe o ponto de partida no quadro a seguir e clique em "Obter direções". Recomendamos instalar o app Moovit no celular para guiá-lo.

Rampa Pico da Ibituruna (rampa de decolagem)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *